PalhaSOS

A experiência de fazer intervenções artísticas regulares em um ambiente hospitalar obriga o artista em formação a entrar em contato com conceitos importantes para a vivência no palco. O Programa Enfermaria do Riso volta o foco do artista para a relação com o improviso, a relação com o parceiro e a responsabilidade que o palhaço tem com suas escolhas e com sua audiência.

Imagem28.png

Juntar a ideia de números de palhaços, recorrente nas apresentações circenses com a experiência de improviso e de convivência num ambiente tão distante do picadeiro foi o ponto de partida para elaboração do espetáculo. Os palhaços foram convidados a apresentarem números a partir de estímulos encontrados no seu dia a dia de trabalho no hospital.

enfermaria do riso_12.JPG

A dramaturgia elaborada nos improvisos de dupla e o treinamento para o jogo a partir da relação com outro palhaço permitiram que o espetáculo fosse elaborado como um quebra-cabeça. Nessa experiência, os lugares do autor e do diretor foram repensados. A encenação lança desafios e organiza o que foi trabalhado, tentando montar o “texto” feito por nove autores distintos, elaborando uma cena cujo discurso se comunica não só com aqueles que trabalham no hospital, mas também com aqueles que querem distância dele.

enfermaria do riso_35.JPG

Em 2008, o espetáculo PalhaSOS participou:

- do Encontro Regional Sudeste de Cultura da UNIRIO;

- do IV Festival Nacional de Teatro de Rio das Ostras, onde Filipe Codeça foi premiado como melhor ator de espetáculo infantil;

- da V Festa Internacional de Teatro de Angra;

- da 7ª Edição do Anjos do Picadeiro, encontro internacional de palhaços.

Fundo cinza ondulado
Imagem1.jpg

PalhaSOS na Tunísia

O espetáculo do Programa Enfermaria do Riso, PalhaSOS foi convidado a participar do 14º Festival Internacional de Teatro Universitário de Monastir, na Tunísia, no período de 01 a 09 de agosto. O evento é promovido pela Universidade de Monastir, sob a supervisão do Ministério do Ensino Superior da República da Tunísia e reuniu espetáculos universitários de países como: Arábia Saudita, Líbia, Croácia, França, Argélia, Marrocos, Egito, Palestina, Rússia e Tunísia. A apresentação do espetáculo foi no dia 05 de agosto do Ribat, antiga fortaleza árabe. O Programa Enfermaria do Riso contou com o apoio do Ministério das Relações Exteriores e da UNIRIO e foi o único grupo das Américas a integrar a mostra competitiva do festival.

enfermaria do riso_10.JPG

Dirigido por Flávio Souza e com supervisão geral da Profª Ana Achcar, da Escola de Teatro, a peça PalhaSOS apresenta as experiências vividas pelos enfermeiros-palhaços nas alas pediátricas do HUGG, do Hospital Fernandes Figueira e do Hospital da Lagoa. A montagem contou com uma estrutura cênica preparada especialmente para o FITUM, com o texto adaptado para o francês, língua oficial da Tunísia. Durante o Festival de Monastir, o público participou de uma série de atividades artísticas e de estudo, além de entrega de prêmios e homenagens às melhores obras. O espetáculo PalhaSOS foi laureado como melhor espetáculo do festival.

PalhaSOS na Rússia

 

O espetáculo PalhaSOS ganhou, em 19 de abril de 2010, o prêmio de Melhor espetáculo pelo júri popular no 12º FIESTA – Festival Internacional de Teatro Estudantil de Perm, na Rússia. O espetáculo recebeu também Menção Honrosa pelo trabalho de formação de palhaços para atuarem em hospitais, realizado na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO.

Ficha Técnica

Texto: Enfermaria do Riso

Direção: Flávio Souza

Orientação: Ana Achcar

Direção Musical: Lucas Ciavatta

Cenário: Flavio Souza

Figurino: Enfermaria do Riso e Flavio Souza

Iluminação: Enfermaria do Riso

Operação de Luz: Flavio Souza

Elenco: Adriano Pellegrini, Ana Carolina Sauwen, Camila Nhary, Elisa Pinheiro, Filipe Codeça, Henrique Escobar, Júlia Sarmento, Mariana Fausto, Pablo Aguilar, Patricia Ubeda.

Duração do espetáculo: 1 hora e 15 minutos.